CRIE UM PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA EM ÔNIBUS.

Você sabia que um em cada quatro brasileiros usa o ônibus como principal meio de transporte? Apesar de existirem outras opções de mobilidade, o ônibus ainda é o principal meio de locomoção dos brasileiros.

Por este motivo, investir na manutenção preventiva é fundamental para garantir a segurança do motorista e também dos passageiros. Além de contribuir, também, para a produtividade da empresa.

Para que esse procedimento seja realizado da maneira correta, o ideal é definir um plano detalhado. Ficou curioso? Confira mais informações a seguir:

Afinal, o que é manutenção preventiva?

Basicamente, é um modelo de manutenção em que as revisões são realizadas periodicamente. O objetivo desse procedimento é evitar falhas e queda da produtividade, visto que essa é uma realidade comum na frota de ônibus devido ao desgaste da utilização constante.

Portanto, manter os veículos em bom estado de conservação é uma ação que ajuda a prolongar sua vida útil, evita acidentes e, em especial, contribui para a redução de custos.

Como criar um plano de manutenção preventiva?

Como vimos, para que essa fiscalização seja eficiente, ela precisa ser planejada, documentada e colocada em prática devidamente para que não aconteça defeitos que provoquem prejuízos em curto e longo prazos.

É importante definir um plano de manutenção preventiva para ser adotado à risca e, assim, evitar problemas e adversidades que comprometam o funcionamento da empresa.

Para te ajudar, listamos algumas dicas de como elaborar um plano apropriado:

Defina um orçamento

Diferentemente do que muitos imagina, a manutenção preventiva não é um gasto a mais, e sim uma economia de custos. Afinal, esse procedimento serve para prevenir o desgaste das peças e evitar falhas nos sistemas, assim você evita gastos maiores com consertos.

Mas para realizar a manutenção preventiva é necessário destinar uma verba, por isso, lembre-se de separar um valor para realizar o procedimento com uma oficina de confiança.

Escolha o período certo

O principal objetivo da manutenção preventiva é evitar maiores danos que deixariam o veículo ocioso por longos períodos. Por isso, a realização desse procedimento deve ser planejada de modo que não consuma muito tempo.

Essa é uma medida que visa minimizar o número de interrupções das frotas de ônibus, visto que os momentos de inatividade também são prejudiciais, que já representam custos excedentes.

Crie um check-list

A ideia é criar uma lista com todos os itens que devem ser checados para que o veículo seja liberado para retornar às atividades corriqueiras.

Obviamente a manutenção preventiva só será eficiente se todos os elementos que compõem o ônibus forem verificadas. Mas algumas costumam apresentar problemas com mais frequência, como o sistema elétrico, a embreagem, os freios e o óleo do motor. Por isso, lembre-se de inclui-los no check-list e analisar periodicamente.

Quer saber mais sobre os cuidados necessários com o transporte público? Confira nosso outro artigo sobre esse tema. Aproveite para compartilhar nossos conteúdos nas mídias sociais e espalhar as informações aos seus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *